Matéria da Engª. Lenita Secco Brandão

 

 

O Dia Internacional das Mulheres na Engenharia é uma data muito importante para todas nós. As profissões das áreas de exatas sempre foram vistas como “território masculino” e com poucos cargos ocupados por mulheres. A boa notícia é que isso já está mudando! Dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) mostram que o número de mulheres engenheiras registradas por ano no sistema aumentou 42%. O número total de mulheres no Brasil ativas no sistema Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) em 2019 era de aproximadamente 200 mil.

 

Mesmo com bastante espaço ocupado pelas mulheres nas salas de aulas e na profissão, ainda estamos longe de possuirmos a mesma quantidade de mulheres desempenhando cargo de liderança, mas estamos frequentemente conquistando nossos espaços nas organizações.

O amor que eu tenho pela engenharia é muito grande. Só faz o curso quem ama, quem tem esse sentimento muito forte.  Nós, da engenharia, estamos trabalhando sempre para a segurança da população e precisamos buscar incessantemente a atualização.

A presença de profissionais mulheres na Diretoria do Crea-SP vem sendo uma constante na atual administração do Conselho. Um exemplo disso é o fato de eu ter ocupado, pioneiramente, a Diretoria Financeira no exercício anterior. Temos o Grupo de Trabalho Estudo da Igualdade de Gêneros, que busca estabelecer parâmetros na fiscalização do exercício profissional, considerando o conceito de igualdade de gênero, além de fomentar a elaboração de políticas atrativas às mulheres engenheiras, agrônomas e da área das geociências dentro das diversas Entidades de Classe e Conselhos Regionais.

 

Além disso, ressalto que nas associações conseguimos pôr em prática um processo de qualificação constante dos nossos profissionais registrados, preparando uma profissão que evolui na velocidade das novas categorias. Eu que atuo há 25 anos na Associação dos Engenheiros, Agrônomos e Arquitetos de Americana, reconheço que as ações das Entidades valorizam a qualidade do trabalho realizado pelos engenheiros, garantindo, consequentemente, mais segurança para a sociedade.

 

Abraços.

0 respostas

Escreva um comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *